bootstrap theme



Despedidas
  
Coisa triste acompanhar tua silhueta se apagando à distância
Teus traços se embaraçam aos do horizonte
Teu cheiro agora é só lembrança
Tua voz não tenho mais a fonte

Mas outros já te cercam
Ganhas outros abraços
Partidas, chegadas,
Meu consolo é nenhum, se foi
Este instante sobreviva sem mim

(2015)

Rodrigo Vaz © Poesia Alguma   2017     Sobre os Direitos Autorais