bootstrap slideshow



Frágil
  
Foi surgindo lentamente,
parecia nascer.
E foi abandonando
a superfície desta dor
até restar não mais
que um olhar que jaz,
ainda úmido...

(1987)
 
 
 
 
 
 

Rodrigo Vaz © Poesia Alguma   2017     Sobre os Direitos Autorais