free site creator

mastigo a emoção
enquanto escorro estas linhas
a digestão do que sinto
ponho à mesa
fecho a porta do quarto
como fecho a vida
a vida corre e eu não a alcanço
sai o vazio e fico sozinho

(1993)
 

Rodrigo Vaz © Poesia Alguma   2017     Sobre os Direitos Autorais