POESIA ALGUMA

Ser Poeta

Ser ourives de sentidos
Torcer o sentido dos signos
Dispor palavras num ornamento
Joiar-se!

Rodrigo Vaz © Poesia Alguma 2017 - 2022

Desenvolvido por