POESIA ALGUMA

a vida
é
tão
fugidia
vai-se
a estadia
com
a luz
arredia
viver
é
este
dia

Rodrigo Vaz © Poesia Alguma 2017 - 2024

Desenvolvido por