POESIA ALGUMA

Espera

traz,
vento,
contigo,
um amigo,
que
alivie o só,
me
sopre o nó…

Rodrigo Vaz © Poesia Alguma 2017 - 2022

Desenvolvido por